sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Como não Conseguir uma Transferência no Trabalho

Boa tarde pessoal - tudo bem ?

Anteriormente, eu havia falado sobre como não conseguir uma promoção no trabalho e hoje eu vou falar sobre como não conseguir uma transferencia  no trabalho.

Tirando a ironia a parte (seria engraçado se não fosse trágico), vou procurar falar sobre mais uma das nuances politicas que enfrentamos diariamente no mundo corporativo. Não quero ficar mostrando coisas do mundo corporativo de forma negativa - existem também muitas coisas boas que acontecem - mas é importante colocar as dificuldades enfrentadas no dia a dia, pois sei que diversas pessoas tem o objetivo de assumir um cargo de liderança em uma grande empresa, e as vezes não enxergam alguns percalços que existem no caminho.

Indo ao ponto da postagem de hoje, a empresa onde trabalho tem um sistema interno onde ficam disponiveis as vagas em aberto em todas as unidades ao redor do mundo. A ideia é que os funcionários estejam cientes das vagas que existem em aberto e possam participar de um processo de seleção interna - caso nenhum empregado da empresa seja aprovado no processo de seleção interno, então a vaga é aberta para concorrencia de candidatos no mercado.

Esta semana estava olhando o sistema interno em busca de informações sobre um projeto desenvolvido na China; e aproveitei para dar uma olhada nas vagas internas. Para minha surpresa havia diversas vagas abertas, sendo aproximadamente 30% das vagas para os Estados Unidos.

Fiquei bem interessado porque ao verificar as vagas, havia duas vagas para Estados Unidos para as quais eu poderia me candidatar. Ciente de como funciona a politica interna nas empresas, eu ja imaginei que teria de falar com meu chefe (o mesmo que tentou "puxar meu tapete" em um projeto anterior) para me candidatar ao processo de seleção interna. Por causa do histórico deste meu chefe, eu decidi tomar algumas precauções e me candidatei as duas vagas sem nem mesmo falar com ele.

Depois disso, fui lá e agendei uma conversa, mostrei as vagas para ele e disse que gostaria de participar do processo de seleção. Apresentei as justificativas, historico profissional e porque achava que meu perfil era adequado; e ele concordou em levar meu nome para o comite de RH da empresa pedindo uma recomendação a minha candidatura. Achei estranho ele concordar logo de cara e nao colocar nenhum impecilio para eu participar deste processo, mas resolvi dar um voto de confiança - eu já tinha me candidatado as vagas de qualquer forma.

Depois de dois dias, ele não havia retornado nenhuma informação sobre a aprovação ou rejeição no comite de RH - então eu liguei para um Diretor que tenho amizade e que trabalha no México (e conhece bem o pessoal dos Estados Unidos) e pedi para ele me recomendar para a vaga, falando diretamente com o pessoal da Terra do Tio Sam. Também falei com um Diretor que trabalha no Brasil, mas trabalhou muitos anos nos USA, para ele também falar com o contato dele na América e recomendar meu trabalho.

No dia seguinte o Diretor do México me ligou informando que já havia falado com o contato nos USA; e para minha surpresa, ele disse que havia mais pessoas do Brasil concorrendo a vaga. Achei estranho porque eu nao havia comentado com ninguém, e apesar das vagas estarem disponiveis no sistema interno da empresa, poucas pessoas costumam ficar verificando as oportunidades em aberto - ainda é uma ferramenta não muito divulgada pelo Departamento de Recursos Humanos.

Usando da minha amizade, eu pedi para ele verificar quem era a pessoa do Brasil concorrendo a vaga - e (vocês ganham um doce se adivinharem) meu chefe havia falado com o comite de RH e solicitado uma recomendação para ele mesmo. É isso mesmo, em vez de indicar o meu nome como combinamos na conversa, na hora da reunião ele havia solicitado uma recomendação para ele mesmo - ou seja, estava tentando puxar meu tapete de novo. Eu entendo perfeitamente a pessoa querer ir para os USA (metade da humanidade quer ir para lá); mas poderia ter conversado comigo e falado que iria solicitar recomendação para nós dois e que a disputa na seleção interna iria determinar quem ficaria com a vaga. Mas ao contrário disso, ele nao mencionou meu nome e solicitou a recomendação apenas para ele.

Por este motivo, foi providencial eu ter feito a minha candidatura sem ao menos ter falado com ele. Além disso, eu já tinha recomendação de dois Diretores que eu tenho amizade e haviam telefonado para o pessoal dos Estados Unidos e recomendado o meu trabalho. Decidi então colocar o pé no acelerador de vez e solicitei uma reunião com o superior do meu chefe (isso mesmo, quando a coisa não anda damos um balão e vamos no chefe do chefe...rsrsrs). A reunião foi muito boa (esse camarada gosta bastante do meu trabalho) e ele se prontificou a ligar para a pessoa que estava comandando a seleção interna e também para o lider da area nos USA. Pegou o telefone e ligou imediatamente, pedindo para eu ficar na sala para ouvir a conversa. O pessoal dos USA atendeu e ele elogiou bastante o meu trabalho e salientou que ele achava que eu estava preparado para assumir a posição e seria um ganho para a equipe americana.

Então, o lider da area nos USA perguntou se ele achava que eu poderia atender a uma conversa por telefone na próxima semana (quinta ou sexta feira), além de pedir para este "chefão" me falar para enviar o "resume". O chefão (vou chamar ele assim para diferenciar do meu superior imediato) fez um sinal de cabeça para mim questionando se estava bom para eu falar na proxima semana, eu balancei a cabeça dizendo que sim e ele pediu para o cara bloquear a agenda que ele iria falar comigo.

Depois de alguma conversa, eu sai da sala e enviei o "resume" para o lider da area nos USA. Ele respondeu algumas horas depois, dizendo que havia gostado da minha formação e experiencia e que gostaria de conversar na quinta feira. Eu prontamente aceitei e agradeci a oportunidade.

Peguei o telefone e falei com o Diretor do Mexico - e ele por ter amizade com este lider da area nos USA, também ligou para ele e recomendou novamente meu nome. Nestes momentos, as contratações ocorrem por "critérios politicos e de indicação", infelizmente a competencia fica em ultimo lugar nos critérios de avaliação.

Buscando ter um numero ainda maior de indicações politicas, eu liguei para meu ex-chefe na empresa onde trabalhava anteriormente (esse meu ex-chefe é americano e está de volta aos USA) e por ser uma grande empresa multinacional eu sabia que uma carta de recomendação por parte dele seria muito bem vinda. 

Ele me enviou a carta de recomendação (muito elogiosa por sinal) e pediu o contato do camarada nos USA para que ele pudesse falar diretamente. Eu enviei um email para o lider da area nos USA perguntando se ele gostaria de entrar em contato com esse meu ex-chefe e, por meu ex-chefe ser um cara que ocupa um alto cargo em uma empresa bem famosa, obviamente esse lider da area nos USA viu a oportunidade de ampliar o seu network; ou seja, eu ofereci um contato que dificilmente ele iria conseguir sozinho.

Meu ex-chefe entrou em contato e também fez uma recomendação bem elogiosa. Então, com estas iniciativas, eu disparei todos os cartuchos que eu tenho. Tentei obter recomendações politicas relevantes, consegui recomendação de uma pessoa com alto cargo em instituição reconhecida, consegui dois grandes diretores (que tem amizade com o lider do processo de seleção) me recomendando para a vaga.

Agora tenho de aguardar a conversa de quinta feira; sabendo que é um processo muito dificil - pois pessoas do mundo inteiro estão se candidatando para esta vaga e a disputa será em muito alto nível. De qualquer forma, além de pedir a torcida de voces, eu queria dividir como as pessoas acabam caminhando nos "atalhos" dos processos para conseguir recomendações para alcançar seus objetivos e também como meu chefe usou estes mesmos "atalhos" para tentar ter uma recomendação unica para a vaga e tornar a disputa mais fácil para ele.

Esta é a vida no mundo corporativo !!! Para aqueles que querem assumir um cargo executivo em empresas multinacionais de medio e grande porte, saibam que este tipo de ambiente politico é a regra (e não a excessão) neste tipo de organização. Claro que salário e beneficio também sao atraentes, além de oportunidades como esta que estou concorrendo - ainda que com poucas chances de realmente conseguir a transferencia. Mas o importante é que a organização fica sabendo da vontade de obter uma experiencia internacional e também pessoas aos redor do mundo ficam sabendo da sua disponibilidade de movimentação.

Acho que por hora é isso; mas semana que vem terei mais novidades.

Um grande abraço, pessoal !!!

49 comentários:

  1. Olá Executivo,

    parabéns pela iniciativa em não se acomodar diante da situação.
    Se conseguir vai ser ótimo para vc e para a blogosfera em desfrutar desta experiência na terra do Tio Sam.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gaucho Pobre - eu estou torcendo muito para dar certo, mas para ser realista - as chances sao bem pequenas. Uma transferencia com gente do mundo inteiro concorrendo acaba sempre sendo mais complicada. Ainda existe os custos da empresa ter de realocar alguem em outro país, então se alguem dos USA se candidatar a esta vaga também já terá uma enorme vantagem.

      Mas o não eu já tenho !!! Agora tenho de correr atras do sim !!! rsrsrs

      Um grande abraço,

      Excluir
  2. Legal cara. Te desejo sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado anon - apesar das chances serem baixas, a esperança é a ultima que morre !!!

      Um grande abraço,

      Excluir
  3. Acho que já considerou isso, mas, em todo caso, é bom lembrar: mesmo que seu chefe se dê bem nessa, você também ganha, já que se torna candidato a ocupar o lugar dele e, de quebra, se livra da mala.

    Mas algo me diz que suas chances são maiores que as dele.
    Boa sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon 19:24 - desculpe a demora em responder. Eu estive fora do mundo online neste final de semana.

      Quanto as considerações que voce colocou, voce está coberto de razão. Hoje, apesar dos embates politicos que temos, eu sou o sucessor do meu atual chefe. Ele indo para outra vaga, eu assumiria o lugar dele e isto seria bom; afinal uma promoção é sempre uma promoção.

      No caso de ele ser transferido e outra puxada de tapete se formar; no caso indicando outra pessoa para o lugar dele - a atitude a se tomar é segurar um período inicial para nao demonstrar o abalo (acreditem, nao demonstrar raiva ou abalo quando voce é atacdo é muito importate), depois atualizar o CV (que está sempre atualizado) e começar uma busca seria por outra vaga - já que melhor período para procurar emprego é exatamente quando voce está empregado.

      As chances de eu conseguir a vaga (ou mesmo ele conseguir a vaga) são pequenas. Com certeza, pessoas do mundo inteiro vão concorrer por esta oportunidade. Muitas vezes as unidades nos USA, divulgam as vagas apenas para cumprir com os procedimentos internos mas eles já tem alguém local para ocupar a vaga.

      De qualquer forma eu vou saber um pouco mais na minha conversa por telefone, nesta quinta feira. Nesta conversa eu vou poder sentir se o cara nos USA gostou da minha formação e experiencia; se a vaga é mesmo real ou apenas estão cumprindo procedimento; e ainda se eu tenho alguma chance.

      Um grande abraço,

      Excluir
  4. Respostas
    1. Muito obrigado Investidor Mineiro. Agradeço muito a torcida - é sempre importante nestes momentos.

      Assim que eu fizer a minha primeira "conversa-entrevista" na quinta feira, eu faço uma postagem com os resultados e minha opinião sobre a conversa.

      Um grande abraço,

      Excluir
  5. Olá EP!

    Desejo sorte e sucesso nesta empreitada, mas pelo nível de boas indicações num super alto nível (alto escalão), é questão de tempo.

    Eu estou começando a crescer no trabalho ... Aos poucos, mas já começo a notar este tipo de coisa, por estar mais envolvido agora.

    As suas histórias e a do Economicamente Incorreto, no quesito Empresarial são as que eu mais gosto, e claro adoro a parte financeira.

    Eu estou até pensando em criar um tópico falando algo sobre "por que devo ir para o exterior". Talvez eu ainda não enxergue como a minha vida seria boa morando fora, e eu nem tento mudar. Eu poderia ter chances de ir p/ Europa ou EUA, sendo Europa "mais fácil" um pouco, digamos ...

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VdC - tudo bem ?

      Neste tipo de vaga ou transferencia não podemos nos enganar. O que determina se voce vai ter suceso é o seu networking, já que todos que concorrem a vaga tem um bom curriculo. O diferencial é quem assina embaixo do seu curriculo falando que voce realmente é um profissional diferenciado.

      Estou acompanhando a sua evolução no trabalho - gosto bastante das postagens. Voce vai começar a perceber que o diferencial que voce tem (entregar projetos no prazo e dentro do orçamento previsto, pegar projetos bagunçados e atrasados e colocar tudo nos trilhos, desenhar interfaces para usuarios "preguiçosos" e seus projetos conseguirem um bom nivel de aceitação junto ao cliente) vai passar a ser o esperado. Isto, infelizmente, a partir de certo nivel nao vai mais ajudar a subir.

      Não quero parecer pessimista nem nada, mas a partir de um certo ponto - o seu diferencial será o seu networking. Por isso é importante aproveitar as reuniões e contatos que voce está tendo agora e criar relaçoes frutiferas para voce. Obviamente não é o seu caso, mas tem diversas pessoas que acha que networking pe conhecer fulano ou ciclano - na verdade, se o camarada que voce conhece nao estiver disposto a te indicar, a pegar o telefone e falar bem de voce, a escrever um email para o presidente falando do seu trabalho - voce nao tem netowrking. Voce só tem uma rede de conhecidos. Mas, novamente, eu acredito que voce está navegando muito bem neste novo nivel no seu trabalho.

      E, aproveitando que falamos deste tema, uma coisa muito importante é que o novo nivel de responsabilidade e obrigações deve vir acompanhado de um novo nivel de renda. Infelizmente, elogios nao pagam contas - e como voce entrega os projetos com a qualidade mencionada anteriormente, se voce tem um novo nivel de responsabilidade tem de ter um novo nivel de salário. É importante frisar isso porque, não sei se é o caso da sua empresa, mas tem diversas organizações que prometem mundos e fundos para manter o cara motivado e na hora decisiva diz que nao tem verba aprovada, que a vaga eestá sendo criada, etc...

      Desejo muito sucesso para voce e um grande abraço.

      Excluir
  6. Achei muito interessante toda a disputa, como em um tabuleiro de xadrez! Vou torcer muito para que dê certo, principalmente porque irá para os Estados Unidos. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá DH - tudo bem ? Estas disputas politicas estão se tornando a regra do mundo corporativo. Acho que em momentos de crise, as pessoas acabam competindo um pouco mais pelas vagas e; alguns usam de estrategias nao muito "honestas".

      Eu também estou torcendo muito, pois uma experiencia de viver nos USA seria muito boa pessoalmente e profissionalmente. Além de conseguir acumular alguns dolares, que sempre ajuda...rsrsrs

      Um grande abraço,

      Excluir
  7. Mesmo que suas chances possa ser pequena, já é uma grande chance, pois com certeza essa vaga de emprego no exterior deve ser top, e você tem qualificações para ocupa-lá. Vamos torcer para o seu sucesso. Me adicione no seu blog, você já está no meu. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Money Livre - já está adicionado.

      Realmente a vaga nos USA é muito boa. Mas, além disso, tem a remuneração em dolares que é atraente, tem os beneficios de ser expatriado (a empresa paga carro, casa e a maior parte das despesas que voce tem), tem a oportunidade de viver outra cultura, tem a oportunidade de evoluir no idioma, tem a oportunidade de estudar em uma escola por lá e enriquecer ainda mais o CV, tem a oportunidade de mostrar um bom trabalho e batalhar para ser mandando embora no Brasil e contratado diretamente nos USA ... Pois é, tem um monte de ganhos adicionais, mas infelizmente as chances sao muito pequenas ... mas como dizem os amigos do Sul "não está morto quem peleia".

      Vamos perseguir a vaga até o final !!! No minimo, eu ganho experiencia e notoriedade na empresa como uma pessoa que quer ser expatriado.

      Um grande abraço,

      Excluir
  8. Olá EP.

    Mais uma vez aprendi algo importante contigo neste jogo corporativo. Mexeu as peças com maestria, além de queimar todos os cartuchos que tinha disponível na manga.

    Acho que você fez tudo certo. Agora é deixar rolar. O bom é que teu psicológico não fique mexido gerando uma expectativa muito alta.

    Mas talvez valha a pena tu começar a acompanhar esse portal com maior frequência.

    Tem outra coisa também,se você tiver acesso às informações relevantes da empresa, veja se não existe a possibilidade de criar uma nova área onde você possa colaborar ainda mais,do que o papel que já exexuta no momento.

    Abraço.
    Anom líder de projetos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - voce tem toda a razao. É importante controlar o psicologico e nao criar expectativas irreais. Infelizmente, neste caso, as chances d econseguir a vaga sao muito pequenas - a concorrencia é bastante alta, inclusive com colegas da Europa e Canada. Eles tem uma vantagem quando os americanos avaliam, pois por mais absurdo que pareça, os americanos tem um preconceito grande com os latinos para estes cargos mais qualificados.

      Mas, apesar de a chance ser pequena, o não eu já tenho. Agora tenho de correr atras do sim.

      Um grande abraço,

      Excluir
  9. Olá amigo. Meu primo trabalha em uma multinacional americana e teve uma história parecida coma sua (com direito a puxada de tapete também), mas no caso dele a vaga era para uma filial no Mexico. O que fez a diferença para ele ser selecionado foram justamente o ótimo histórico profissional dele na empresa e as indicações que ele teve internamente. Com ele deu certo. Espero que também dê com você. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon - tudo bem ? que bom que deu certo a transferencia com o seu primo. É exatamente como voce falou; a partir de determinado momento, as indicações internas contam muitos pontos.

      Eu estou utilizando todos os contatos confiáveis que podem me ajudar para esta vaga. Se não der certo, nao será por falta de esforço da minha parte.

      Um grande abraço,

      Excluir
  10. Caro executivo pobre, torço para que consiga sua transferência para os EUA. Seus posts são muito bons, pois transmitem muito bem os bastidores do trabalho. Acho que seria interessante você escrever alguns posts direcionados a quem está no começo da carreira, dando dicas (tipo aquelas dicas sobre currículo) e também falar um pouco das experiências do mestrado. Seu blog é um dos que eu vejo com maior utilidade em termos de aprendizado, parabéns! Abraços e boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - que bom que gosta das postagens. Nestes ultimos anos, eu andei postando pouco por causa do mestrado (ele toma muito tempo). Mas agora que o artigo já está qualificado e a pesquisa encaminhada, eu acredito que conseguirei postar com mais frequencia (quero relatar as minhas experiencias e transformar o espaço em um lugar de bate papo com os colegas e salientar as duas coisas que acho importante: dicas profissionais e também falar um pouco de viagens, que é algo que eu acho miuto legal).

      Muito obrigado pelas sugestões de postagens - são muito boas e vou preparar os posts conforme sua sugestão.

      Um grande abraço,

      Excluir
  11. Fala aí, executivo. Não participo muito nos comentários da galera, mas decidi dar o meu apoio aqui. Boa sorte na disputa!!!

    Avatar1971

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - muito obrigado pelo comentário. Agradeço a torcida, ela é mais do que bem vinda.

      Um grande abraço,

      Excluir
  12. Tipo, seu chefe, seu pior inimigo, rs. Dureza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Uo - sem duvida. O problema da relação com a chefia é que exige muita confiança entre as partes. Hoje em dia isso é muito dificil - como as pessoas no mundo corporativo estão cada vez mais egoistas em seus relacionamentos, todo cuidado com chefes, pares e subordinados é pouco.

      Um grande abraço,

      Excluir
  13. Boa sorte cara! Creio que você consiga pelo tanto de indicações que você teve. Como nesse mundo o que vale é quem te indique acho que você está bem. Eu estou na empreita pra sair do Brasil, mas estou estudando pra um nível mais baixo (Téc. em mecânica automotiva), pois como meu objetivo principal é sair daqui, e não ganha rios de dinheiro, creio que essa profissão vai tornar menos difícil conseguir um emprego lá fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon, muito obrigado pela torcida. Apesar das indicações, a chance de conseguir a vaga é muito baixa. As indicações, apesar de serem muito boas, não são fatores de destaque; pois com certeza todos os concorrentes também possuem boas indicações. O negócio é continuar torcendo e aumentando o numero de indicações relevantes.

      Eu acho que voce deve perseguir a sua ideia de sair do Brasil, uma experiencia internacional só vai enriquecer a sua bagagem cultural. Apenas tem de ter o cuidado (estou imaginando que voce nao vai ficar em outro país de forma ilegal) porque dependendo do país, o cargo de tecnico em mecanica automotiva não vai permitir um visto de trabalho.

      Mas nao estou para desmotivar, muito pelo contrário. Tem uma serie de paises que precisam deste tipo de mão de obra e facilitam muito a entrada no país e emissão de visto, como por exemplo: Australia, Nova Zelandia, Canada, Islandia, etc...

      Um grande abraço,

      Excluir
    2. Obrigado E.P.! Não pretendo ficar ilegal não. rsrs As vezes me pego pensando se vou conseguir mesmo com essa formação... Comecei pelo nível técnico, mas pretendo cursar Engenharia (de preferencia em outro país, caso meus planos deem certo). Creio eu que conseguir um emprego como engenheiro lá fora seja mais difícil, por conta da concorrência, pessoas com melhor formação (parece que o diploma BR não é muito bem visto lá fora) etc. Mas não espero que seja fácil como técnico. O importante pra mim é sair do Brasil para ter uma vida mais digna. Pego como exemplo um motovlog que é mecânico de motos no Reino Unido, trabalha em uma concessionária e possui um subaru wrx, uma R1 e ainda tem casa e esposa. Não que ele seja rico, mas consegue ver os frutos do seu trabalho duro. Ou outro que é motoboy em Londres possui uma NX700 pra trabalhar e uma mt07 pra andar final de semana. Não estou me iludindo que lá fora é um paraíso, mas mesmo tralhando muito é melhor que esse chiqueiro chamado Brasil. Boa Sorte pra nós!

      Excluir
    3. Pois é anon - o importante é ter claro que a concorrencia sempre será apertada - mas com certeza é possivel sair do Brasil. Diversas pessoas conseguiram, nao tem porque voce nao conseguir também.

      Apenas lembrar que o Brasil tem muita coisa ruim, mas como todo lugar do mundo tem muita coisa boa também - a taxa de juros que se paga aqui é uma delas. Pode te ajudar a acumular um bom dinheiro para a sua empreitada e voce poderia tentar se mudar com um pouco mais de tranquilidade.

      Tomara que de tudo certo e continue focando nos estudos - os engenheiros brasileiros são muito bem vistos nos paises desenvolvidos.

      Um grande abraço,

      Excluir
  14. Executivo, quanto mais leio seu blog, muito bom por sinal, mais eu vejo que estou certo em continuar estudando para concurso top. É só olhar Soul Surfer, Heavymetal e Troll para notar que os servidores conseguem chegar ao milhão mais rápido que a maioria dos colegas da privada.

    Sobre jogos de poder, não tenho sensibilidade nem paciência para essas coisas. Iria ser mandado embora com um mês de casa,rssss

    Vc conhece a história do Roger Agnelli, ex presidente da VALE. Muitos diziam que ele sabotava qualquer executivo talentoso que pudesse ameaçá-lo no futuro. Era bom executivo, mas era um super canalha da maior espécie.

    Prefiro juntar juntar 1,5M, morar numa cidade praiana pequena e reinvestir meu capital com esportes e qualidade de vida.

    Abs e boa sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon, boa tarde:

      Eu acho que a opção de um concurso federal de nivel alto nao pode ser descartada no Brasil. Nós temos uma disparidade muito grande entre salários da iniciativa privada e do setor publico. Mas vale lembrar que o esforço para ser aprovado em um concurso com alta remuneração é muito grande, nem todos tem a persistencia e disciplina necessária para chegar lá.

      Falando do Roger Agnelli, ele com certeza era um executivo do primeiro escalão. Apesar de eu ter um cargo executivo em multinacional; nao chego nem perto do nivel dele, mas imagino que os jogos politicos sejam mais intensos quanto mais alto o cargo ocupado. Não sei se ele sabotava os concorrentes, mas não seria uma grande surpresa se o fizesse.

      Um grande abraço,

      Excluir
  15. Rapaz, essa sua empresa está parecendo o Game of Thrones, um reino de intrigas e canalhices.rssss

    Boa sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - quem dera que fosse só na minha empresa. Tenho certeza de que muitos colegas sofrem com a mesma situação politica em suas empresas. Venho percebendo que o mundo corporativo vem ficando cada vez mais agressivo em sua atuação politica e muitas pessoas acabam sofrendo bastante com isso. A pressão vem aumentando a cada dia e nao vejo uma mudança no curto prazo.

      Um grande abraço,

      Excluir
  16. Muito bom, estou torcendo muito por você. Você usou da inteligência para conseguir.

    Posta mais notícias para nós, abraços!

    Vou colocar você na minha blogroll!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá contador de migalhas - tudo bem ? Pretendo falar cada vez mais sobre o mundo corporativo e também quero falar um pouco sobre viagens e diferenças culturais entre os países - esse assunto me atrai bastante.

      Um grande abraço,

      Excluir
  17. Essa politicagem é mais um motivo para se buscar a IF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - sem duvida. Com a IF a pessoa pode se dar ao luxo de escolher a forma de trabalho e onde irá se relacionar; e se achar melhor, pode inclusive deixar de trabalhar no mundo corporativo e procurar algo mais satisfatório para ela.

      Um grande abraço,

      Excluir
  18. Chefes fazendo "chefisses"....... Boa sorte EP.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maluco Beleza - tudo bem ? Exatamente por "chefes fazerem chefisses" que preciso tomar cuidado para nao desmotivar as pessoas do meu time e não fazer algo que possa prejudicar a carreira de cada um.

      Não é fácil ocupar cargo de liderança !!!

      Um grande abraço,

      Excluir
  19. Rapaz, com 1 M o investidor recebe uns 8,5k de proventos de fiis, dá para ficar em casa, malhar e reinvestir parte do capital.

    Não vejo vantagem nenhuma em sonhar com carreira executiva, querer ser CEO de alguma empresa, pois é muito stress, horas extras não pagas, assédio moral, canalhice, politicagem etc.

    O jeito é ir aturando, juntando dinheiro e contar os dias para o milhão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é anon - o unico problema é que é bem mais dificil se atingir o milhão do que a maior parte das pessoas imagina. Não é somente sair poupando e chegar na IF. Na verdade, existem estudos indicando que a taxa de poupança é muito importante - e para poupar bastante é necessário ter uma boa remuneração. No Brasil, temos diferenças salariais absurdas e nem sempre é fácil conseguir um lugar ao sol nas empresas - exige muita preparação, estudo, acumulo de experiencia e também aguentar muita "politicagem" no pior sentido da palavra.

      Um grande abraço,

      Excluir
  20. Olá Executivo Pobre.

    Estou na torcida para que dê certo sua transferência. Você demonstra ter muita competência em seu trabalho e merece esta oportunidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon - muito obrigado pela torcida. Eu estou com pouca expectativa porque a concorrencia é bastante dura - mas também não tenho nada a perder, então vamos arriscar e tentar ir bem na conversa com o gestor americano que está tocando o processo de seleção.

      Um grande abraço,

      Excluir
  21. http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/os-salarios-na-ambev-de-estagiario-a-diretor#10

    Dá uma olhada, Executivo.

    Salários de fome. 7,5k para especialista. Um funça técnico de tribunal, nível médio, ganha isso.
    Sem contar o assédio moral, as horas extras não pagas. rsss



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anon - boa tarde:

      Este é um tema que pretendo abordar nas proximas postagens - a politica de remuneração das empresas. Mas tenho que comentar que R$7,5K não é um salário de fome - lembre que o salário médio no Brasil nao passa de R$1,6K.

      Nao estou dizendo que R$1,6K é um bom salário - muito longe disso. Mas nao posso concordar que R$7,5K seja salário de fome - a maior parte do funcionalismo publico também nao ganha isso.

      E lembre-se que para ser um funcionário tecnico em tribunal, tem que passar em um processo de seleção bem rigoroso - a disputa nestes concursos é muito grande.

      Mas concordo com voce que as empresas estao utilizando o momento para achatar salários, mandar embora os mais experientes com salários mais altos e contratar profissionais mais baratos; e também nao cumprir as suas obrigaçãos como pagamento de horas extras.

      Um grande abraço,

      Excluir
  22. E ai EP, blza? Vou mandar um OFF TOPIC aqui...

    Conheci a blogosfera de finanças recentemente (uns 4 meses) por meio do finado Blog do Pobretão....a partir de lá fui conhecendo outros blogs. Eu ganho um ótimo salário (13k líquido hoje), sempre fui controlado financeiramente, mas a partir da leitura desses blogs comecei a despertar para a importância de acumular patrimônio financeiro e colocar o dinheiro para render. Sempre juntei dinheiro, mas, lendo os diversos relatos, percebi que vinha juntando muito menos do que poderia e ainda com pouca preocupação sobre onde aplicar os recursos excedentes.

    Me identifiquei com seu blog, apesar de eu simpatizar com a linha "politicamente incorreta" do Pobretão, o equilíbrio deve prevalecer. Enquanto o blog do Pobretão (e outras da "REAL") exalam pessimismo e falta de habilidade social, no seu sobra otimismo e inspiração, parabéns! Além disso, o seu patamar remuneratório é parecido com meu então gera uma identificação maior, do tipo "se esse cara consegue, eu também consigo".

    Tenho uma dúvida: numa postagem anterior você detalhou seus gastos mensais, e achei bem parecidos com os meus, entretanto eu tenho 3 despesas que você não elencou lá e que tem peso relevante no orçamento: Aluguel, Plano de Saúde, Prestação do Carro. Você não tem essas despesas?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anon - tudo bem ? Que bom que gostou do blog, sempre é legal ter o feedback do pessoal que acompanha as postagens.

      Quanto a sua duvida sobre os itens que voce nao viu no meu orçamento:

      - Aluguel: hoje eu nao pago aluguel. Eu tenho um apartamento quitado que é onde eu resido atualmente. A unica despesa que tenho com imóvel é relativa ao condominio.

      - Plano de Saude: a empresa onde trabalho me oferece um bom plano de saude, com um desconto simbolico em folha de pagamento. É um dos beneficios que oferecem aos cargos de liderança. Infelizmente, o time operacional tem de pagar um valor que eu considero alto de plano de saude; mas eu estou livre dessa por enquanto.

      - Prestação do Carro: eu possuo um carro 2013 quitado; por isso nao tenho prestações para pagar relativas ao automovel. Reduzi ainda mais minhas despesas, pois estou vindo trabalhar usando o transporte publico. Estou economizando 20 minutos de tempo e ainda nao pago nada, porque a empresa não desconta nada relativo a beneficio de transporte.

      Espero ter respondido as suas duvidas.

      Um grande abraço,

      Excluir
  23. Olá amigo!
    Posso colocar o link do seu blog no meu? E tem como colocar o link do meu no seu?
    Passa lá no meu e dá uma conferida!
    Abraços e espero respostas.

    ResponderExcluir
  24. Grande EP! Não conhecia seu blog, vim através do Investidor Troll!

    Caramba, ainda bem que sempre tive uma relação muito boa com todos os meus superiores. Não consigo imaginar tal situação, penso apenas que seja uma pessoa pobre de espírito e incompetente.

    Boa sorte e espero que consiga (também estou trilhando este mesmo caminho, de ir embora do país).

    Abrs

    ResponderExcluir